Processo de Boot de um Telefone IP Cisco

Tempo de leitura: 3 minutos

Dando sequência em nossos artigos sobre a certificação CCNA Voice vamos falar resumidamente sobre como funciona o processo de boot de um Telefone IP Cisco. O entendimento das etapas pelas quais o telefone IP Cisco passa até estar pronto para o uso é muito importante e pode nos dar o caminho correto a seguir na hora de um troubleshooting.

Então vamos lá pessoal…

Etapa 01: Receber alimentação PoE do switch.
Ao conectarmos um telefone IP Cisco em uma porta de um switch Cisco com suporte PoE, o switch enviará a alimentação necessária para por em funcionamento o telefone IP.

Etapa 02: Carga da imagem do telefone
Assim que o telefone IP liga ele roda um bootstrap e carrega o firmware que está armazenado em sua memória flash. Com essa imagem carregada o telefone IP pode inicializar seu sofware e hardware.

Etapa 03: Configurar a VLAN de voz
Nessa etapa o switch envia um pacote CDP ao telefone, informando qual é a VLAN que o telefone deverá utilizar para trafegar voz – a famosa VLAN de voz. Lembre-se que caso o switch não seja da Cisco ele não terá suporte ao CDP, portanto você deverá configurar manualmente a VLAN de voz no telefone.

Etapa 04: DHCP – Receber um endereço IP e o endereço do TFTP Server
O telefone IP envia uma requisição em broadcast para o DHCP Server. O servidor DHCP responde com um endereço IP válido e tão logo o telefone IP aceita a oferta do endereço ele recebe todas as opções configuradas no DHCP, tais como a opção 150 que informa o endereço do servidor TFTP de onde o telefone IP deverá baixar os arquivos de configuração.

Etapa 05: TFTP – receber os arquivos de configuração
Assim que o telefone IP toma conhecimento do endereço do servidor TFTP ele requisita os arquivos de configuração (“.cnf” ou “.xml”), onde consta a lista dos agentes processadores de chamadas onde o telefone deverá se registrar – que pode ser um servidor CUCM ou um roteador com CME.

Etapa 06: Registro do telefone IP
Nessa etapa o telefone irá se registrar na fonte primária informada no seu arquivo de configuração, que pode ser um Cisco CallManager (CUCM) ou um Roteador com CME. Se esse processo falhar o telefone tentará se registrar no próximo servidor informado e assim por diante, até esgotar todas as fontes.
Obs: no arquivo de configuração é possível armazenar até 03 endereços para registro do telefone.

Atente para o fato de que o servidor TFTP e DHCP não precisam estar em dispositivos separados, dedicados para esse fim. Dependendo do tamanho da sua rede, o roteador Cisco poderá abrigar todas essas funcionalidades – CME, DHCP e TFTP.

Processo de Boot Telefone IP Cisco
Processo de Boot Telefone IP Cisco

O Curso CCNA Voice da DlteC do Brasil contém toda a matéria do currículo CCNA Voice, material exclusivo e totalmente em português. O curso foi desenvolvido de forma a facilitar o aprendizado, com exemplos práticos e explicações simples e fáceis de entender. E o curso ainda consta com o acompanhamento de instrutores certificados, onde os alunos poderão tirar todas as dúvidas da matéria com tutores com ampla experiência no mercado de trabalho.
Se você gosta dessa área e pretende tirar sua certificação CCNA Voice venha estudar conosco.

Sobre Alexei C Tavares

Graduado em Engenharia Eletrônica/Telecomunicações pela UTFPR, é Co-Fundador da DlteC do Brasil e trabalha com Telecomunicações e Redes desde 1997. É autor de livros, tais como Roteadores e Switches - Guia para Certificação CCNA e CCENT - 2a. Edição.

Fique em contato através das redes sociais - Facebook, Google+.