CCNA – Um pouco da história do exame de certificação da Cisco

Tempo de leitura: 6 minutos

Olá caros amigos, leitores do blog e alunos da DlteC, hoje estava navegando pela Internet lendo artigos sobre os 25 anos dessa maravilha da humanidade que é a grande rede e acabei caindo em alguns artigos sobre a história do CCNA, o qual teve sua primeira versão de prova lançada em 1998, quase metade da idade da Internet.

Tudo começa com o CCNA 640-407, o qual tinha entre 60 e 70 perguntas com 75 minutos de prova. Nele caíam questões de modelo OSI, sub-rede, TCP/IP, AppleTalk, IPX/SPX, Token Ring, ISDN, switches 1900 e por aí vai nos assuntos considerados hoje em dia velharia.

Aí nos idos dos anos 2000 veio a prova 640-507 com poucas mudanças, apenas retiraram AppleTalk e Token Ring e anunciaram a entrada do IOS 12.x, apesar de outras mudanças essas foram as principais. Por acaso essa que eu fiz (Jun 23, 2003 Exam 640-507 Cisco Certified Network Associate – Passed), porém eu comecei a estudar com o material do 640-407, por isso cheguei a pegar IPX/SPX e algumas coisinhas a mais… Estou ficando velho mesmo… 😎

Até esse ponto a prova custava 100 dólares, porém mais ou menos em março 2002 lançaram a prova 640-607, foi aqui que comecei a dar aulas na Academia Cisco que ajudei a montar em sua primeira versão no Senai aqui em Curitiba, na época além de professor acabei me tornando o Main Contact. Nessa versão a Cisco introduziu os laboratórios através de simuladores na prova, pois até a versão anterior não tinha prática, mas em termos de conteúdo não houveram mudanças significativas.

Em 2003 aí sim a coisa começou a mudar com a prova 640-801, até a numeração mudou, além disso foram lançadas as provas 640-821/ICND-1 e 640-811/ICND-2 e o CCNA passou a ter dois caminhos, em prova única ou através das duas provas citadas anteriormente. Nessa versão de prova saíram alguns tópicos e entraram outros como EIGRP, OSPF single area, configuração de switches Catalyst 2950, etc. As simulações também continuaram e foram aprimoradas.

Aí em outubro de 2007 vem mais uma nova versão, a 640-802. A Cisco manteve o mesmo esquema de tirar a certificação em uma ou duas provas, porém depois de um tempo transformou a prova do ICND-1 em uma certificação a parte chamada CCENT (Cisco Certified Entry Level) com o ID 640-822, preparando caminho para mudanças mais ousadas em termos de CCNA que veremos mais para frente. A segunda prova para tirar o CCNA em dois tempos agora passou a ser a 640-816 e continuou a chamar ICND-2.

Nessa nova revisão foram inseridos conceitos avançados de switching, com a configuração do STP, conceitos avançados de EIGRP e OSPF, segurança, troubleshooting, RSTP, wirelles e com isso, em minha humilde opinião de professor, criaram um monstro! Essa prova virou uma verdadeira “salada tecnológica”.

Continuando, por volta de 2008 a Cisco notou que precisava quebrar as disciplinas do CCNA em mais carreiras e assim acompanhar os diferentes CCIEs criados, tais como CCIE Routing and Switching, CCIE Wireless, CCIE Voice, CCIE Security e CCIE Storage. É bem lógica a mudança, se temos vários caminhos para seguir e diferentes tecnologias no CCIE tanto o CCNA como o CCNP vão ter que seguir a mesma linha, por isso foram anunciados os exames CCNA Security 640-553, CCNA Voice 640-460 e o CCNA Wireless 640-721 inicialmente.

Em 2012 os exames dos CCNAs das outras carreiras foram atualizados para as provas: CCNA Security 640-554, CCNA Wireless 640-722 e CCNA Voice 460-461.

Com tudo isso o 640-802 estava pesado e sem foco real na carreira que era de seu interesse: Routing and Switching. Aí vem a última versão em 2013, a qual atualizamos em nossos cursos online também, a prova 200-120 que passou a se chamar CCNAX ou Interconnecting Cisco Networking Devices: Accelerated. Opa, olha só, a prova anterior 640-802 era o CCNA Composite, ou seja, todo conteúdo dos livros e exames ICND-1 e ICND-2 em uma prova só, porém agora mudaram de CCNA para CCNAX a prova única.

O ICND-1 continua a certificação CCENT agora com o número 100-101 e o ICND-2 passou a ser o exame 200-101. Outro fato interessante é que da primeira versão para cá o CCNA R&S subiu de 100 dólares para 290 dólares se for feito em uma prova só (CCNAX) ou 300 dólares se você fizer em duas provas (CCENT+ICND-2). As provas das outras áreas continuam em 250 dólares.

Mas também com o anúncio das novas versões 200-120/100-101/200-101 a Cisco anuncia que o CCENT agora é o pré-requisito para maioria das carreiras, ou seja, se você quer ir para área de voz não precisa mais ser CCNA R&S, sendo CCENT você já pode prestar o ICOMM (640-461) e ter sua certificação CCNA Voice, por exemplo. Com isso podemos economizar 150 ou 145 dólares se não quisermos seguir a carreira de Routing and Switching.

Em termos de conteúdo a prova ficou mais focada na carreira de Routing and Switching (R&S) e vários assuntos interessantes entraram, por exemplo, IPv6 com mais profundidade e visão prática, OSPFv3, EIGRPv6, OSPF para IPv4 com mais detalhes, FHRP com os protocolos para redundância no primeiro salto e balanceamento de cargas, troubleshooting com mais estruturação, Netflow e SNMP para gerenciamento da rede,  etc., dessa vez a revisão ficou realmente interessante e mais adequada ao que vemos que um CCNA precisa para trabalhar com roteadores e switches.

Bem, já divaguei bastante, contei muita historinha e vou parando por aqui. Espero que vocês tenham gostado e se querem entrar na área nossos cursos estão muito legais com uma matéria exclusiva e vídeo aulas dinâmicas, vale a pena conhecer! Clique nos links abaixo e conheça nossas opções.

– Curso CCNA CCENT (primeira parte do CCNA) – http://goo.gl/kdf7ed

– Curso CCNA ICND2 (segunda parte do CCNA) – http://goo.gl/q3w1VT

Abraços e até a próxima!

Prof Marcelo Nascimento

Não Saia Ainda sem Considerar essa Proposta!

Gostaria de acessar TODOS os nossos cursos Cisco (inclusive os do CCNA R&S) e demais áreas como Linux e Telecom pagando uma pequena parcela mensal?

Clique aqui e Conheça a Proposta

Sobre Marcelo B do Nascimento

Cofundador da DlteC do Brasil e 7Bit Tecnologia, graduado em Engenharia Eletrônica/Telecomunicações pela UTFPR e pós-graduado em Redes e Sistemas Distribuídos pela PUC-PR. Trabalha na área de Tecnologia da Informação e Telecomunicações desde 1996. Certificado ITIL Foundations, CCNA Routing & Switching, CCNA Voice, CCNA Security e CCNP Routing & Switching.

  • andre

    Parabéns pelo post, era tudo que eu estava procurando !