Cisco recebe oferta de compra da Webex por US$ 1

Tempo de leitura: menos de 1 minuto

A Cisco recebeu uma oferta da Salescrunch, pequena empresa de webconferências, para a compara da Webex, plataforma colaborativa de reuniões online adquirida em 2007 pela fabricante de equipamentos de rede, por US$ 3,2 bilhões. O valor oferecido é irrisório, apenas US$ 1, somado a 15% de participação na nova empresa formada a partir da aquisição.

Desde sua incorporação, a Cisco vendeu diversas unidades de negócios da Webex na tentativa de focor no seu negócio principal – roteadores, switches, redes e data centers. Desde então, eliminou serviços correlatos como a unidade telepresença e o setor de câmeras flip. De acordo com analistas, a empresa não conseguiu criar ferramentas para aprimorar o serviço do ramo de comunicação em tempo real. Hoje, o ramo evoluiu principalmente em navegadores e internet, afastando os prováveis clientes da área. A partir de então, rumores da venda da Webex ganharam forças.

O CEO da Salescrunch, Sean Black, defende a compra da Webex pela base de usuários, não pela tecnologia. Segundo ele, 20% deles, o equivalente a 1 milhão de companhias, devem trocar a empresa pela rival Go To Meeting, da Citrix. A plataforma da Cisco não permite integração com nenhum site ou rede social, sistemas de webanalytics ou outras soluções avançadas.

Sobre Alexei C Tavares

Graduado em Engenharia Eletrônica/Telecomunicações pela UTFPR, é Co-Fundador da DlteC do Brasil e trabalha com Telecomunicações e Redes desde 1997. É autor de livros, tais como Roteadores e Switches - Guia para Certificação CCNA e CCENT - 2a. Edição.

Fique em contato através das redes sociais - Facebook, Google+.