Curso CCNA – Existem IPs válidos com final zero ou .255?

Tempo de leitura: 3 minutos

Olá pessoal do curso CCNA e leitores do Blog, uma dúvida que surgiu em nosso fórum do curso CCNA Online e achei interessante compartilhar foi se poderiam existir endereços IPs válidos, ou seja, que podem ser utilizados para endereçar hosts e interfaces, com final “.0” ou final “.255”.

A resposta é sim! Os IPs com final x.x.x.0 e x.x.x.255 são válidos como host para algumas máscaras de subrede, sendo /23 e abaixo (/22, /21…), acima de /24 não vai ter “.0” e “.255” como IPs válidos, eles sempre serão rede e broadcast. Se traduzirmos a frase acima utilizando classes, podemos ter esses IPs como válidos para as classes A e B desde que utilizando máscaras /23 (255.255.254.0) ou menor.

Vamos a um exemplo prático utilizando como exemplo a rede 189.16.0.0, a qual é uma classe B com máscara padrão /16 ou 255.255.0.0, e vamos dividí-la em subredes com um prefixo /23 ou em binário 11111111.11111111.11111110.00000000.

Peço Menos de 1 Minuto Antes do Primeiro Passo para o Cálculo!

Gostaria de acessar TODOS os nossos cursos Cisco e demais áreas como Linux e Telecom por uma parcelinha mensal?

Clique aqui e saiba como ser um assinante DlteC.

O primeiro passo é verificar como essas subredes irão variar analisando o último bit da máscara que em binário é 11111111.11111111.11111110.00000000, o qual vale em decimal “2”, portanto teremos as subredes variando de 2 em 2. Lembrem que o primeiro IP da série é o endereço de subrede, o segundo é o primeiro IP válido, o penúltimo é o último IP válido e o último IP é o broadcast, assim sendo vamos ver as subredes:

  • 189.16.0.0 –> os IPs válidos irão de 189.16.0.1 a 189.16.1.254 e o broadcast será o 189.16.1.255 –> temos os IPs 189.16.0.255 e 189.16.1.0 como hosts válidos
  • 189.16.2.0 –> IPs válidos de 189.16.2.1 a 189.16.3.254 e broadcast 189.16.3.255 —> temos os IPs 189.16.2.255 e 189.16.3.0 como hosts válidos
  • 189.164.0 –> Ips válidos de 189.16.4.1 a 189.16.5.254 e broadcast 189.16.5.255 –> temos os IPs 189.16.4.255 e 189.16.5.0 como válidos
  • A série segue até a última subrede que será 189.16.254.0, a qual tem os IPs válidos de 189.16.254.1 a 189.16.255.254 e broadcast 189.16.255.255 –> tem os IPs 189.16.254.255 e 189.16.255.0 como válidos

Assista o vídeo com a configuração de um IP final zero e outro final 255 em um roteador Cisco abaixo:

De /24 para cima não teremos os finais zero e 255 como válidos porque são somente 256 IPs para alocar e sempre o final zero vai ser a primeira subrede, ou subrede zero, e o .255 vai ser sempre o broadcast da última subrede.

As máscaras /23 e abaixo são as que necessitam mais treino para aprender, porém praticando com elas as demais tornam-se fáceis, pratiquem bastante a divisão em subredes, pois é fundamental para o curso CCNA, para o exame de certificação e também para a vida prática!

Bons estudos e sucesso!

PS: Gostou do artigo e quer nos deixar uma mensagem? É só rolar a página para baixo e deixar seu elogio, dúvida ou sugestão!

Prof Marcelo Nascimento

Você está em busca da certificação Cisco CCNA?

Dica: o primeiro degrau rumo ao CCNA é a certificação CCENT.

Clique aqui e confira nosso Curso que Vai te Colocar no Caminho da aprovação no CCNA

Sobre Marcelo Brenzink do Nascimento

Sou Cofundador da DlteC do Brasil, graduado em Engenharia Eletrônica/Telecomunicações pela UTFPR e pós-graduado em Redes e Sistemas Distribuídos pela PUC-PR. Trabalho na área de Tecnologia da Informação e Telecomunicações desde 1996. Certificado ITIL Foundations, CCNA Routing & Switching, CCNA Voice, CCNA Security e CCNP Routing & Switching.

11 Comentários


  1. Olá pessoal, além disso os próprios endereços classfull (classe cheia) das classes A e B tem IPs finais zero e .255 que são válidos, por exemplo:
    – 10.0.0.0 com máscara padrão de classe A 255.0.0.0 ou /8
    –> rede 10.0.0.0 e broadcast 10.255.255.255
    –> IPs válidos 10.0.0.1 até 10.255.255.254
    –> IPs válidos de final zero: 10.0.1.0, 10.0.2.0, 10.0.3.0, 10.0.4.0, …, 10.255.255.0
    –> IPs válidos com final 255: 10.0.0.255, 10.0.1.255, 10.0.2.255, … 10.255.254.255

    A mesma análise vale para uma classe B, porém a máscara padrão é /16:
    – 172.16.0.0 com máscara padrão de classe B 255.255.0.0 ou /16
    –> rede 172.16.0.0 e broadcast 172.16.255.255
    –> IPs válidos 172.16.0.1 até 172.16.255.254
    –> IPs válidos de final zero: 172.16.1.0, 172.16.2.0, 172.16.3.0, 172.16.4.0, …, 172.16.255.0
    –> IPs válidos com final 255: 172.16.0.255, 172.16.1.255, 172.16.2.255, … 172.16.254.255

    Dúvidas?

    Bons Estudos!

    Responder
  2. nasmarq

    Depende, esses ips 10.0.1.0, 10.0.2.0, 10.0.3.0, 10.0.4.0, …, 10.255.255.0 só serão aceito se o comando ip subnet-zero tive ativo, que por padrao ja vem ativo.

    Responder

  3. Olá nasmarq, obrigado pelo seu comentário.

    Falando de maneira teórica esses IPs são endereçávies.

    Agora sobre o “ip subnet-zero” ele realmente vem ativo, mas sua função é fazer com que o router aceite a primeira e a última subrede como válidas, no exemplo acima da rede 10 classfull independe desse comando, pois não são subredes e sim IPs.

    Faça o seguinte teste, configure o router com “no ip subnet-zero” e configure o IP 10.0.1.0 com a máscara 255.0.0.0 e você verá que vai funcionar.

    Agora, com o mesmo comando “no ip subnet-zer”, se você fizer subredes da rede 10.0.0.0 com uma máscara /24 e tentar configurar um IP das redes 10.0.0.0/24 ou 10.255.255.0/24 aí sim o router não irá aceitar, pois esse comando faz com que o router rejeite a primeira e última subrede inteira, não IPs específicos.

    Existe um artigo bem interessante sobre o assunto no site da Cisco que explica as redes zero ou “subnet zero” e “All Ones” ou última subrede.
    http://www.cisco.com/en/US/tech/tk648/tk361/technologies_tech_note09186a0080093f18.shtml

    Responder

  4. Henriquedrv2

    Apenas uma observação… 255.255.255.254 é uma máscara de 31 bits e não 23. A máscara de 23 bits seria 255.255.254.0.

    Responder

    1. Obrigado henrique, foi um erro de digitação na hora de colocar o texto. No desenvolvimento do artigo a notação /23, tanto em binário quanto em decimal está correta.
      Boa observação!!!
      E mais uma vez obrigado.

      Responder
  5. Luciano Matias

    Parabéns pela explicação. Tentei utilizar os IPs final 0 e 255 com duas máquinas virtuais Windows XP e ele não aceitou. Deu a impressão que ele já bloqueia qualquer ip final 0 e 255 independente da Máscara. Vou tentar com o linux e posto o que deu.

    Responder
  6. Sylvio

    Parabéns pelo material. Entretanto me surgiu uma duvida: de /24 pra cima tenho de 1 a 254 ips validos, e sobre essa faixa posso aplicar as mascaras /30, /29, /28….. ou ainda as 3 mascaras ao mesmo tempo. Suponto o IP 192.168.10.x,   Classe C, e que eu queira utilizar  as tres mascaras citadas. Como ficaria ? esta correta esta configuração abaixo: 

    /30
    0 – endereço de rede   1 a  2 – ips validos para hosts3 – broadcast da /30/294 – seria endereço da segunda sub-rede (entretanto consigo atribui-lo a um host desta rede.)5 a 6 – ips validos para hosts7 – broadcast da /29/288 – seria endereço da terceira sub-rede (entretanto consigo atribui-lo a um host desta rede.)9 a 14 – ips validos para hosts15 – broadcast da /28e posso jogar o restante dos ips numa mascara /24 por exemplo (óbviamente descontado os ips ja utilizados pelas mascaras acima) Fiz essa simulação no Cisco Packet Tracer ele aceitou, mas não entendi ele aceitar o ip que deveria ser de porção de rede como um ip de host…….enfim, esta correto ??mais uma vez, parabéns pelo material.Obg

    Responder

    1. Oi Sylvio, não sei se entendi direito sua dúvida, mas funciona assim, se você configurar uma rede 192.168.10.0/30 em uma serial (por exemplo) e tentar depois inserir a 192.168.10.0/24 na fast do mesmo roteador ele vai dar a seguinte mensagem “% 192.168.10.0 overlaps with Serial0/0/0” e não vai deixar configurar esse IP na interface. Mas se você inserir em um roteador diferente ele aceita, porque não há conferência entre roteadores diferentes isso é uma tarefa do planejamento do administrador de redes e nesse caso vai dar um conflito de IPs. Espero ter ajudado. Só uma dica, em nosso curso tratamos desse e muito mais assuntos, pois ele ele é preparatório para o CCNA, veja no site http://www.dltec.com.br e clique no ícone do CCNA 640-802.

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *