Opa, o IPv6 estava ativo por padrão? Será que você está preparado para enfrentar os desafios do IPv6?

Tempo de leitura: 4 minutos

Uma frase que dentro em breve deverá se tornar cada vez mais comum entre os administradores de rede desavisados ao se depararem com problemas causados pelo IPv6 será: “Opa, o IPv6 estava ativo por padrão? E agora? Finjo que ele não existe, desativo o protocolo em meus dispositivos ou aprendo como tratar o tráfego IPv6?”

Desde o Windows Vista que a Microsoft adotou a política de deixar o IPv6 ativo por padrão em paralelo ao IPv4, sendo que essa mesma política foi aplicada aos sucessores Windows 7 e 8. Além disso, as versões para servidor Windows 2003, 2008 e 2012 server também tem ele ativo por padrão.

O Linux não fica fora dessa, muitas distribuições já suportam IPv6 por padrão também!

Outro fato importantíssimo que vem alavancando a discussão e implementação do IPv6 tem haver com a faixa de endereços de Internet IPv4 estar acabando em diversas regiões do mundo, por isso em alguns países para adquirir blocos de IPv4 é necessária a comprovação da implantação do IPv6 dentro das redes dos solicitantes.

Mas quais as alternativas que temos atualmente em relação ao assunto e a visão dos especialistas sobre cada uma delas? Veja algumas delas abaixo:

  1. Ignorar o IP versão 6: não é uma opção recomendada por nenhum órgão especializado no assunto!
  2. Desabilitar o IP versão 6 nos clientes e servidores de rede: essa opção radical é recomendada por alguns especialistas em segurança de uma linha mais “radical”, porém não recomendada pela maioria das empresas fabricantes de Hardware e Software, pois isso iria afetar a maturidade do seu time de TI em relação a tecnologia.
  3. Bloquear o tráfego IP versão 6 nos dispositivos de rede: também uma alternativa radical e depende do nível de suporte a recursos de segurança IPv6 principalmente nos switches de acesso.
  4. Preparar-se para a nova realidade fazendo a adaptação da rede para o IP versão 6: treinar os administradores de rede e integrantes do time, monitorar o tráfego IPv6, iniciar a implantação de mecanismos de segurança, principalmente em firewalls e switches de acesso, ou seja, não ignorar o IPv6 e enfrentar o desafio enquanto é cedo! Pois o processo não tem mais volta!

Pensando nisso, a DlteC elaborou um curso bastante prático sobre o protocolo IPv6, o qual procura responder de maneira clara perguntas como:

  • Quais as diferenças entre o funcionamento básico entre o IPv4 e IPv6? Por exemplo, protocolos básicos como ARP, ICMP, DHCP para alocação dinâmica de IPs ficam como no IPv6?
  • Quais as principais diferenças do IPv6 em relação ao IPv4?
  • Como configuramos computadores baseados em Linux e Windows para o suporte ao IPv6? Posso desabilitar o IPv6? Qual o comportamento padrão dos sistemas operacionais em relação a esse novo protocolo?
  • No IPv4 temos que criar subredes, definir IPs estáticos para servidores e dispositivos de rede e utilizar o DHCP para alocar endereços dinamicamente aos clientes, como isso tudo funcionará no IPv6? Quais as opções de endereçamento e melhor forma de configurar tais serviços na rede IPv6?
  • Uma vez implantado o IPv6 como ele pode interagir com a rede IPv4? Por exemplo, se não conseguir migrar todos os servidores de IPv4 para IPv6 existe opção para disponibilizar serviços aos hosts IPv6 através desse dispositivo IPv4?
  • Quais os principais riscos de segurança e cuidados ao implementar o IPv6? Serão necessários dispositivos de segurança diferentes dos tradicionais Firewall, IPS e IDS?
  • E o mais importante: “Corro algum risco real de segurança por simplesmente ignorar o IPv6 já rodando em meus computadores e servidores?”

Tudo isso utilizando uma dinâmica variada, através de diversos recursos didáticos, tais como material de leitura, vídeo aulas gravadas e exercícios de fixação. Também a parte prática é toda demonstrada em vídeo de uma maneira simples, direta e didática, permitindo que você aprenda novos conceitos e acompanhe sua aplicação!

Com isso, desejamos contribuir para esse movimento tão importante de adoção do IPv6 que deve só crescer ao longo dos anos!

Conheça mais o que temos a oferecer com nosso curso de IPv6 Online. Abaixo segue o vídeo de introdução do curso com mais informações do que será estudado em detalhes:

Agradecemos sua visita ao nosso blog e esperamos vê-lo em nossa turma em breve!

Prof Marcelo Nascimento

DLTEC ACESSO PREMIUM

Acesse todos os vídeos e demais materiais do curso de “IPv6 Online” em nossa área Premium.

Aprenda o que muda com o novo protocolo de Internet, suas principais características e dicas para migração.

Clique aqui para ativar o curso e inciar seus estudos em nossa área de membros premium!

Não é membro premium? Clique aqui e saiba mais sobre a DlteC Premium.

Sobre Marcelo B do Nascimento

Cofundador da DlteC do Brasil e 7Bit Tecnologia, graduado em Engenharia Eletrônica/Telecomunicações pela UTFPR e pós-graduado em Redes e Sistemas Distribuídos pela PUC-PR. Trabalha na área de Tecnologia da Informação e Telecomunicações desde 1996. Certificado ITIL Foundations, CCNA Routing & Switching, CCNA Voice, CCNA Security e CCNP Routing & Switching.