Entendendo as mensagens e logs em roteadores e Switches Cisco para o CCNA e CCENT

Tempo de leitura: 3 minutos

Olá pessoal, hoje vamos estudar um pouco sobre as mensagens geradas pelos roteadores e switches Cisco e como elas são armazenadas.

Quando nos conectamos aos roteadores e switches Cisco via CLI, além dos comandos que podemos entrar nos dispositivos para monitoração ou configuração eles também enviarão mensagens para o computador que está sendo utilizado para monitoração via CLI. Por exemplo, quando uma interface é ativada uma mensagem será exibida na tela do computador como no exemplo abaixo.

dltec#configure terminal

Enter configuration commands, one per line.  End with CNTL/Z.

dltec(config)#interface FastEthernet0/0

dltec(config-if)#shutdown

%LINK-5-CHANGED: Interface FastEthernet0/0, changed state to administratively down

%LINEPROTO-5-UPDOWN: Line protocol on Interface FastEthernet0/0, changed state to down

dltec(config-if)#no shutdown

%LINK-5-CHANGED: Interface FastEthernet0/0, changed state to up

%LINEPROTO-5-UPDOWN: Line protocol on Interface FastEthernet0/0, changed state to up

dltec(config-if)#

Note que foi dado o comando “shutdown” na interface fastethernet 0/0 de um roteador e ela “caiu” enviando duas mensagens que ela foi para o estado “down”. Ao entrarmos novamente na interface e digitarmos o comando “no shutdown” o sistema operacional enviou duas mensagens informando que ela está novamente operacional (UP/UP).

Além desse tipo de mensagem, existem os comandos de debug que fornecem informações sobre um processo em tempo real e também são direcionados para o terminal por padrão.

Existe uma diferença quando entramos via Telnet ou SSH, pois essas mensagens não são enviadas para economizar banda. Caso seja necessário monitorar o status das interfaces ou a saída de um comando debug via acesso remoto através da VTY será necessário inserir o comando “terminal monitor” em modo privilegiado. Para parar essa monitoração basta digitar “terminal no monitor”.

Veja o exemplo abaixo, onde fizemos um telnet para o roteador e ao entrar e sair do modo de configuração global nada acontece. Depois note em destaque que foi inserido o comando terminal monitor e ao entrarmos e sairmos do modo de configuração global uma mensagem avisando que alguém acessou o modo de configuração global acessou o roteador foi enviada para a linha de telnet: “%SYS-5-CONFIG_I”.

User Access Verification

Password:

R1>en

Password:

R1#conf term

Enter configuration commands, one per line.  End with CNTL/Z.

R1(config)#exit

R1#

R1#

R1#terminal monitor

R1#conf term

Enter configuration commands, one per line.  End with CNTL/Z.

R1(config)#exit

R1#

*Oct 28 23:12:32.051: %SYS-5-CONFIG_I: Configured from console by vty0 (10.0.0.101)

R1#

Normalmente para apagar um comando digitamos o “no” na frente do comando, porém para o “terminal monitor” é diferente mesmo.

Essa propriedade de enviar os comandos para a linha de console pode atrapalhar a digitação, porém você pode utilizar o comando “logging syncrhonous” nas lines VTY (telnet) e de console para minimizar o efeito, pois com esse comando o roteador aguarda a finalização da digitação para depois lançar os comandos no terminal.

Essas mensagens geradas são armazenadas em um registro chamado “Log” nos dispositivos, porém esse log é apagado na reinicialização e as informações são perdidas. Para mantermos esse log mesmo com a necessidade de reinicializar um dispositivos podemos utilizar um servidor de Syslog. Basta configurar com o comando “Logging IP-do-servidor”, por exemplo, com o comando “logging 192.168.1.10” o o roteador enviará uma cópia das mensagens para o servidor de Syslog com endereço IP 192.168.1.10. Assim, mesmo que haja necessidade de reinicializar os dispositivos por motivos diversos as mensagens não serão perdidas.

Não esqueça também de acertar a data e hora dos roteadores para que as mensagens sejam geradas com as informações corretas!

Espero que vocês tenham gostado do artigo e até uma próxima.

Prof. Marcelo Nascimento

Venha conhecer nossos Cursos preparatórios para certificações Cisco  e inicie uma carreira de sucesso. Cursos online, baixo custo, material atualizado, simulados, tutoria especializada e muito mais. Venha aprender redes, Cisco e muito mais com a DlteC do Brasil.

Sobre Marcelo B do Nascimento

Cofundador da DlteC do Brasil e 7Bit Tecnologia, graduado em Engenharia Eletrônica/Telecomunicações pela UTFPR e pós-graduado em Redes e Sistemas Distribuídos pela PUC-PR. Trabalha na área de Tecnologia da Informação e Telecomunicações desde 1996. Certificado ITIL Foundations, CCNA Routing & Switching, CCNA Voice, CCNA Security e CCNP Routing & Switching.