Você conhece mesmo o endereço MAC? Vá além do trivial para ir bem no CCNA ou CCENT

Tempo de leitura: 4 minutos

Você conhece mesmo o endereço MAC? Tanto para Unicast, Multicast, Broadcats, IPv6…?

Olá pessoal, nesse artigo vou ensinar para vocês um pouco mais sobre o endereço MAC, pois maioria das bibliografias para o CCNA R&S ou CCENT focam muito em cima do endereço de camada 2 de Unicast.

Endereço de camada-2 de Unicast… Falei grego ou você entendeu o que é isso? Bom, se você não entendeu espero até o final desse artigo ajudá-lo a entender!

Lembre-se que o MAC é utilizado para endereçar hosts (computadores, servidores, roteadores, etc.) em redes do tipo broadcast multiacesso, assim como as redes da família 802.3 (Ethernet, Fast e GigabitEthernet) e 802.11 (Wireless LAN).

Como podemos ter vários dispositivos compartilhando o mesmo meio físico nesse tipo de rede precisamos que eles sejam devidamente identificados para que a comunicação seja possível.

Basicamente temos no IP versão 4 (IPv4) três tipos de comunicação: Unicast (um para um), Multicast (um para um grupo) e Broadcast (um para todos), por isso temos também três tipos diferentes para um endereço MAC para identificar cada tipo de fluxo na rede.

endereço MAC de Unicast, Multicas e Broadcast
Broadcast, Multicast e Unicast

O endereço MAC tradicional que estudamos de 48 bits (divididos em dois grupos de 24 bits = OUI+Serial) é utilizado para comunicações Unicast, ou seja, entre dois computadores.

Esse endereço MAC vem gravado na memória ROM das placas de rede e server para identificar que é seu computador em uma rede Local ou LAN.

Para verificar o endereço MAC do seu computador utilize no Windows o comando ipconfig /all e no Linux/MAC OS-X o comando ifconfig. Veja exemplo abaixo.

C:\Users\dltec>ipconfig /all

Configuração de IP do Windows

Nome do host. . . . . . . . . . . . . . . . : dltec-marcelo1
Sufixo DNS primário . . . . . . . . . . . . :
Tipo de nó. . . . . . . . . . . . . . . . . : híbrido
Roteamento de IP ativado. . . . . . . . . . : não
Proxy WINS ativado. . . . . . . . . . . . . : não

Adaptador Ethernet Conexao local:

Estado da mídia. . . . . . . . . . . . . . : mídia desconectada
Sufixo DNS específico de conexão. . . . . . :
Descrição . . . . . . . . . . . . . . . . . : Realtek PCIe GBE Family Control
ler
Endereço Físico . . . . . . . . . . . . . . : 24-B6-FD-06-DC-17
DHCP Habilitado . . . . . . . . . . . . . . : Sim
Configuração Automática Habilitada. . . . . : Sim

Um link interessante que você pode utilizar para descobrir o fabricante da sua placa de rede através do endereço MAC está logo abaixo.

Link para verificar o fabricante através do OUI do endereço MAC.

Você deve copiar os seis primeiros dígitos do endereço MAC, colar no campo “MAC Address or Vendor to look for:” e clicar em “String” para descobrir o fabricante.

Para comunicações em broadcast o endereço MAC utilizado tem todos os 48 bits setados em 1, que em hexadecimal nos dá o endereço FFFF.FFFF.FFFF.

Quando um switch recebe esse quadro como destino de uma comunicação ele deve encaminhar para todas as portas menos para que enviou o broadcast. Mas lembre-se, se o switch tiver VLANs configuradas o quadro será encaminhado apenas para as portas designadas no mesmo VLAN-ID.

Nos hosts, quando um broadcast é recebido, ele deve ser passado para a camada superior até alcançar a aplicação para ser processado.

Portanto broadcasts geram consumo de processamento e memória nos hosts e também podem ocupar largura de banda da rede, por isso é tão importante a segmentação da rede em domínios de broadcasts menores.

Já os endereços de multicast IPv4 utilizam a faixa de endereço MAC de 01-00-5E-00-00-00 até 01-00-5E-7F-FF-FF, sendo que ele sempre inicia com 01-00-5E nos 24 primeiros bits e tem também o 25º bit setado em zero.

Os demais 23 bits são extraídos do endereço de multicast, são os 23 bits finais do endereço de multicast que está sendo utilizado para a comunicação.

Por exemplo, o endereço de multicast 224.192.16.1 terá o endereço MAC 01-00-5E-40-10-01. Para que um host processe um quadro de multicast ele deve pertencer ao grupo de multicast em questão, senão o host ignora a informação.

E para o IPv6? Como fica o endereço MAC? Se você sabe parabéns, senão vamos ver como fica nosso endereço de camada-2.

Basicamente para Unicast não muda nada, porém no IPv6 não existe mais broadcast e o multicast passa a ser amplamente utilizado.

Os MACs de multicast no IPv6 começam com 33-33-xx-xx-xx-xx, portanto ao “sniffar” sua rede e encontrar quadros de camada-2 com endereço MAC iniciando em “33-33” é sinal que tem máquina tentando ou até se comunicando via IPv6.

Espero que o artigo tenha sido útil e aguardo os comentários, dúvidas e sugestões no final dessa página na área de comentários! É só descer a página que está lá embaixo…

Claro que você também pode usar os botões de compartilhamento se achar que o artigo vai ser útil para seus amigos.

Prof. Marcelo Nascimento

DLTEC ACESSO PREMIUM

Acesse o curso de “CCNA CCENT” em nossa área Premium.

Aprenda mais sobre LANs, switch, configurações de switches Cisco, VLANs, TCP/IP e muito mais.

Basta clicar aqui, ativar o curso e inciar seus estudos em nossa área de membros premium!

Não é membro premium? Clique aqui e saiba mais sobre a DlteC Premium.

Sobre Marcelo B do Nascimento

Cofundador da DlteC do Brasil e 7Bit Tecnologia, graduado em Engenharia Eletrônica/Telecomunicações pela UTFPR e pós-graduado em Redes e Sistemas Distribuídos pela PUC-PR. Trabalha na área de Tecnologia da Informação e Telecomunicações desde 1996. Certificado ITIL Foundations, CCNA Routing & Switching, CCNA Voice, CCNA Security e CCNP Routing & Switching.

  • Flavio Sampaio

    Professor, faltou explicar como é a relação IPv6 MAC de multicast. Estou gostando muito do seu livro Roteadores e Switches. Abraços

    • http://www.dltec.com.br DlteC do Brasil

      Oi Flavio, aqui achei que ia ficar muito grande, mas abordo isso em meus cursos no portal da DlteC.

      Prof Marcelo Nascimento