Dicas de Uso para o Comando cd do Linux

Tempo de leitura: 6 minutos

Um dos primeiros comandos que os iniciantes aprendem  no Curso Linux é o comando cd. Esse comando é utilizado para mudar de diretório (cd = change directory ou mudar de diretório) e seu uso é bem simples, bastando digitar cd NOMEDODIRETORIO. No entanto, você pode utilizar 0 comando cd de uma forma mais versátil e aqui mostraremos alguns exemplos de como se fazer isso.

Atalhos do comando cd

cd, cd ~ ou cd —

Essas três formas mostradas acima direcionam você para seu usuário home. Acompanhem os exemplos.

dltec@dltec-linux:~$ pwd
/home/dltec
dltec@dltec-linux:~$ cd /etc/network/
dltec@dltec-linux:/etc/network$
dltec@dltec-linux:/etc/network$ cd
dltec@dltec-linux:~$
dltec@dltec-linux:~$ cd /etc/network/
dltec@dltec-linux:/etc/network$
dltec@dltec-linux:/etc/network$ cd ~
dltec@dltec-linux:~$
dltec@dltec-linux:~$ cd /etc/network/
dltec@dltec-linux:/etc/network$
dltec@dltec-linux:/etc/network$ cd –
/home/dltec
dltec@dltec-linux:~$

cd –

Esse atalho é bem útil quando estamos trabalhando com dois arquivos em diretórios diferentes. Ao invés de digitar o caminho completo de cada diretório toda vez que queremos mudar entre esses dois diretórios basta digitar o cd -. Ou seja, o cd – faz com que você retorne para o diretório onde estava anteriormente. Acompanhe o exemplo.

dltec@dltec-linux:~$ pwd
/home/dltec

entramos no diretório Imagens
dltec@dltec-linux:~$ cd Imagens/

com o uso do comando cd – voltamos para o diretório /home/dltec
dltec@dltec-linux:~/Imagens$ cd –
/home/dltec

com o uso do comando cd – voltamos para o diretório /home/dltec/Imagens
dltec@dltec-linux:~$ cd –
/home/dltec/Imagens
dltec@dltec-linux:~/Imagens$

cd..

O cd .. é utilizado para voltarmos um nível acima do nosso diretório atual, em outras palavras para o nosso diretório pai. Por exemplo, nós estamos no diretório /media/imagens/viagem  e queremos voltar para o diretório /media/imagens basta digitar “cd ..”. Isso é bem melhor do que digitar o caminho completo cd /media/imagens, concorda?

estamos no diretório /media/imagens e entramos no diretório viagem
dltec@dltec-linux:/media/imagens$ cd viagem/

com o comando cd .. voltamos um nível acima
dltec@dltec-linux:/media/imagens/viagem$ cd ..
dltec@dltec-linux:/media/imagens$

Criando seus próprios atalhos com o uso do comando alias

Como vimos acima temos alguns atalhos úteis para a utilização do comando cd, mas não precisamos nos contentar somente com esses.  Uma das grandes vantagens do Linux é seu poder de personalização e com o uso do alias você pode criar seus próprios atalhos de comandos. Vamos ver alguns exemplos do uso do alias com o comando cd para ilustrar a sua forma de utilização.

Criando um alias para navegar níveis acima de forma mais eficiente

Vimos que o comando cd .. é utilizado para navegarmos um nível acima na estrutura de diretórios. Quando estamos navegando em uma estrutura de diretórios muito grande podemos utilizar o comando cd .. seguido de múltiplos “/..” para subirmos quantos níveis desejarmos. Por exemplo, temos uma estrutura de diretórios da seguinte forma:

teste – > teste1 -> teste2 -> teste3 -> teste4

Se estamos no diretório teste4 e queremos subir até o teste1 podemos digitar cd ../../..

dltec@dltec-linux:~/teste/teste1/teste2/teste3/teste4$ cd ../../..
dltec@dltec-linux:~/teste/teste1$

Isso é um pouco “chato” de usar quando estamos em uma estrutura muito grande. Então, com o uso do alias podemos criar formas alternativas de executar o mesmo comando. Vou ilustra com dois exemplos, mas você pode criar de outras formas que mais lhe agradam.

Navegando diretórios acima com ..n

No exemplo mostrado abaixo mostraremos com o utilizar a notação ..n, onde n representa o número de níveis que queremos subir. Ou seja, ao invés de utilizar comando cd ../../.. iremos utilizar apenas ..3.

dltec@dltec-linux:~$ alias ..=”cd ..”
dltec@dltec-linux:~$ alias ..2=”cd ../..”
dltec@dltec-linux:~$ alias ..3=”cd ../../..”
dltec@dltec-linux:~$ alias ..4=”cd ../../../..”
dltec@dltec-linux:~$ alias ..5=”cd ../../../../..”
dltec@dltec-linux:~$
dltec@dltec-linux:~$ cd teste/teste1/teste2/teste3/teste4/
dltec@dltec-linux:~/teste/teste1/teste2/teste3/teste4$ ..3
dltec@dltec-linux:~/teste/teste1$

Conseguiu perceber o que o alias fez? Nós apenas indicamos que agora toda vez que digitar ..3 é para ser interpretado como se fosse cd ../../..

Navegando diretórios acima apenas com pontos

Nesse exemplo agora vamos criar alguns aliases para utilizarmos apenas sequências de pontos. Por exemplo, para subirmos 3 níveis ao invés de digitarmos comando cd ../../.. vamos apenas digitar …

dltec@dltec-linux:~$ alias .=”cd ..”
dltec@dltec-linux:~$ alias ..=”cd ../..”
dltec@dltec-linux:~$ alias …=”cd ../../..”
dltec@dltec-linux:~$ alias ….=”cd ../../../..”
dltec@dltec-linux:~$ alias …..=”cd ../../../../..”
dltec@dltec-linux:~$
dltec@dltec-linux:~$ cd teste/teste1/teste2/teste3/teste4/
dltec@dltec-linux:~/teste/teste1/teste2/teste3/teste4$
dltec@dltec-linux:~/teste/teste1/teste2/teste3/teste4$
dltec@dltec-linux:~/teste/teste1$

Verificando os aliases existentes

Para você verificar os aliases disponíveis basta digitar o comando alias. A saída será uma lista de todos os aliases disponíveis para o seu usuário. Veja abaixo um exemplo:

$ alias
alias .=’cd ..’
alias ..=’cd ../..’
alias …=’cd ../../..’
alias ….=’cd ../../../..’
alias …..=’cd ../../../../..’
alias alert=’notify-send –urgency=low -i “$([ $? = 0 ] && echo terminal || echo error)” “$(history|tail -n1|sed -e ‘\”s/^\s*[0-9]\+\s*//;s/[;&|]\s*alert$//’\”)”‘
alias cd..=’cd ..’
alias cd..2=’cd ../..’
alias cd..3=’cd ../../..’
alias cd..4=’cd ../../../..’
alias cd..5=’cd ../../../../..’
alias egrep=’egrep –color=auto’
alias fgrep=’fgrep –color=auto’
alias grep=’grep –color=auto’
alias l=’ls -CF’
alias la=’ls -A’
alias ll=’ls -alF’
alias ls=’ls –color=auto’

Tornando o atalho permanente

Uma das desvantagens do alias é que os atalhos criados via linha de comando, como mostramos acima, ficam efetivos apenas durante a sua sessão atual. Felizmente existe uma forma de torná-los permanente, bastando salvar os aliases criados no arquivo .bashrc do seu usuário. Por exemplo, se queremos deixar permanente os aliases criados acima para o usuário dltec, devemos copiar essas entradas no arquivo .bashrc do usuário dltec (/home/dltec/.bashrc).

Um detalhe, esse arquivo é lido toda vez que o usuário faz o login, então qualquer alteração nesse arquivo só vai se tornar efetiva no próximo login.

Bastaria abrir o arquivo com um editor de texto qualquer (vi ou nano), fazer as alterações e salvar. No próximo login desse usuário o arquivo será lido e os aliases configurados estarão disponíveis para uso.

Removendo um alias

Para remover os aliases você deve utilizar o comando unalias. Sua sintaxe é bem simples, veja o exemplo onde removemos o alias cd..2, cd..3, cd..4 e cd..5

dltec@dltec-linux:~$ unalias ..2
dltec@dltec-linux:~$ unalias ..3
dltec@dltec-linux:~$ unalias ..4
dltec@dltec-linux:~$ unalias ..5

Importante: se esses aliases estiverem salvos no arquivo .bashrc no próximo login eles estarão disponíveis também. Para removê-los de forma permanente, basta editar o arquivo .bashrc deletando os aliases de lá.

Bem pessoal, esses são apenas alguns exemplos do uso do comando cd e também do uso do comando alias. O comando alias pode ser utilizado para criarmos todos os tipos de atalhos e apelidos para comandos. Agora é só utilizar…até a próxima.

DLTEC ACESSO PREMIUM

Acesse o curso “Linux Essentials” em nossa área premium.

Aprenda como dar seus primeiros passos no Linux e a dominar a linha de comandos (CLI).

Clique aqui para ativar o curso Linux Essentials!

Não é membro premium? Clique aqui e saiba mais sobre a DlteC Premium.

Sobre Alexei C Tavares

Graduado em Engenharia Eletrônica/Telecomunicações pela UTFPR, é Co-Fundador da DlteC do Brasil e trabalha com Telecomunicações e Redes desde 1997. É autor de livros, tais como Roteadores e Switches - Guia para Certificação CCNA e CCENT - 2a. Edição.

Fique em contato através das redes sociais - Facebook, Google+.

  • amaro filho

    Boa tarde, gostei bastante do artigo, bastante esclarecedor e acima de tudo claro, muito obrigado por sua ajuda, vai ficar marcado nos favoritos aqui quando aparecer uma duvida eu te procuro.

    • http://www.dltec.com.br DlteC do Brasil

      Olá Amaro, agradecemos o comentário e qualquer coisa estamos aí!

      Prof Marcelo Nascimento
      DlteC do Brasil