Balanceamento de carga em protocolos de roteamento

Tempo de leitura: 3 minutos

Você já ouviu falar em balanceamento de carga ou load balancing?

Nesse artigo vou abordar o balanceamento de carga, que é cobrado superficialmente no exame de certificação Cisco CCNA Routing and Switching (provas CCNAX e ICND-2), de uma maneira um pouco mais detalhada.

O balanceamento de carga é um recurso de protocolos de roteamento como RIP, OSPF e EIGRP para utilizar links backup para compartilhar o envio de dados.

Veja a figura abaixo com um exemplo de balanceamento de carga entre rotas de custos iguais por pacotes.

Balanceamento de Carga
Balanceamento de Carga

Quando o protocolo de roteamento ativa o balanceamento de carga em dois ou mais links se um host envia pacotes para uma rede de destino o roteador divide os pacotes (per packet – por pacote) ou fluxos (per destination – por destino) entre as interfaces balanceando (dividindo) o envio dos pacotes (carga) entre esses caminhos.

No balanceamento de carga por pacotes os roteadores enviam um pacote para cada interface que participa do processo.

O balanceamento de carga por fluxo (ou destino) é realizado por conexão TCP ou UDP aberta, ou seja, se um usuário solicitou uma página de internet aquele fluxo vai seguir até o final por um link, quando um segundo usuário abrir outra sessão na sequência o fluxo dele será encaminhado ao segundo link.

O tipo de balanceamento de carga depende do tipo do encaminhamento de pacotes que está configurado nas interfaces do roteador.

No process switching você terá balanceamento de carga padrão por pacotes, já para o fast switching e CEF o padrão é balanceamento de carga por destino.

Configurando o Balanceamento de Carga

O comando para habilitar o process switching é o “no ip route-cache”, para habilitar o fast switching é o “ip route-cache” e para habilitar o CEF “ip route-cache cef”  inserido em modo de configuração de interface, veja exemplo abaixo onde deixamos a interface fast0/0 com process switching, a fast0/1 com fast switching e a fast 1/0 como CEF:

Router# config t
Router(config)# interface fast 0/0
Router(config-if)# no ip route-cache
Router(config)# interface fast 0/1
Router(config-if)# ip route-cache
Router(config-if)#
Router(config)# interface fast 1/0
Router(config-if)# ip route-cache cef

Para configurar o modo de operação do balanceamento de carga por pacote ou por destino utilize o comando “ip load-sharing” também em modo de configuração de interface, veja um exemplo abaixo:

R3(config-if)#ip load-sharing ?
  per-destination  Deterministic distribution
  per-packet       Random distribution

R3(config-if)#ip load-sharing per-packet
R3(config-if)#

Por padrão os protocolos RIP, OSPF e EIGRP já vem com o balanceamento de carga entre rotas de mesmo custo (métricas iguais) entre até 4 interfaces simultaneamente, chamado de Equal Cost Load Sharing.

Já o EIGRP é capaz também de balancear carga entre rotas com métricas diferentes, chamado de Unequal Cost Load Sharing, mas essas configurações ficam para um próximo post!

Se você quiser aprender como configurar o balanceamento de carga no RIP, OSPF e EIGRP em roteadores Cisco clique aqui para ler o artigo sobre configuração em nosso blog.

Por hoje ficamos por aqui… Espero realmente que o artigo sobre balanceamento de carga tenha sido útil!

Aguardo seus comentários, dúvidas e sugestões no final dessa página na área de comentários!

É só descer um pouco que você encontra a área de comentários está lá embaixo…

Claro que você também pode usar os botões de compartilhamento se achar que o artigo vai ser útil para seus amigos.

Que a força esteja com você e até uma próxima!

ACL lightsabers-small

Prof Marcelo Nascimento

DLTEC ACESSO PREMIUM

Acesse o curso de “CCNA CCENT e CCNA ICND-2 Online” em nossa área Premium.

Aprenda a teoria e a prática de redes em roteadores e switches Cisco que utilizam o sistema operacional Cisco IOS.

Clique aqui para ativar o curso e inciar seus estudos em nossa área de membros premium!

Não é membro premium? Clique aqui e saiba mais sobre a DlteC Premium.

Sobre Marcelo B do Nascimento

Cofundador da DlteC do Brasil e 7Bit Tecnologia, graduado em Engenharia Eletrônica/Telecomunicações pela UTFPR e pós-graduado em Redes e Sistemas Distribuídos pela PUC-PR. Trabalha na área de Tecnologia da Informação e Telecomunicações desde 1996. Certificado ITIL Foundations, CCNA Routing & Switching, CCNA Voice, CCNA Security e CCNP Routing & Switching.

  • Pingback: ()

  • Fernando Fernandes

    Cara, me explica uma coisa por favor.

    eu tenho uma conexão entrando na fast 0/0
    outra entrando pela fast 0/1

    e a lan pela 0/1/0

    … ok quero que a lan saia pelos dois links simultaneamente…

    não entendi em qual interface devo fazer os comandos para tanto…

    pode me ajudar?

    • http://www.dltec.com.br DlteC do Brasil

      Oi Fernando, o balanceamento de cargas não é feito pela Interface e sim pelo protocolo de roteamento, seja estático ou dinâmico, por isso só com o que você colocou no post complica ajudar. Nesses casos é necessário analisar a topologia e a configuração dos equipamentos, ainda mais se for em ambiente real de empresas…

      Prof Marcelo Nascimento

  • jose wellingthon rodrigues de

    Prezados,

    Tenho um Switch serie ME 3400 Cisco e 2 links de internet ( vivo e net ).

    Quero criar um Lan e utilizar esses 2 link com redundância para internet, abaixo o senário.

    Alguém pode me ajudar

    Jose wellingthon Rodrigues de brito

    • http://www.dltec.com.br DlteC do Brasil

      Nesse caso, como está em um switch só, se ele for L3 é claro, faria rota estática flutuante e configuraria o balanceamento de cargas por fluxo e não por pacotes, mas isso tem que ver se esse modelo de switch suporta o que estou falando, isso depende da versão de IOS e modelo de equipamento, sugiro consultar o parceiro que te vendeu o switch. Como fazer é outra história, precisa um pouco do CCNA e do CCNP Route…

      Prof Marcelo Nascimento
      DlteC do Brasil

  • Pingback: ()